O que Santos Dumont tem a ver com as Cataratas do Iguaçu? História das Cataratas

Pirá de Foz do Iguaçu

Dourado Assado
O prato tradicional servido nos diversos restaurantes da cidade é o Dourado acompanhado do Pirá (receita abaixo), originário das águas do baixo Paraná, de carne muito saborosa. Normalmente, pescam-se exemplares com cerca de 70 centímetros de comprimento e peso de 6 quilos, mas existem registros de peixes com 1,4 metros e mais de 30 quilos.

A Pesca ao Dourado é o evento mais tradicional de Foz do Iguaçu. Anualmente, traz inúmeros pescadores de todo o Brasil, que vêm em busca do sabor incomparável desse peixe de carne branca e macia.

Para acompanhar o dourado Assado é servido também o famoso Pirá, um prato típico e muito conhecido na região de Foz do Iguaçu, veja a receita abaixo.

Pirá de Foz
Criado em 1996, o prato típico da cidade é o “Pirá de Foz”. Eleito entre vários outros pratos à base de peixe, o prato foi idealizado por Dirceu Vieira dos Santos, cozinheiro do Hotel Bourbon.

Na linguagem tupi-guarani, “pirá” significa peixe, sendo que na receita original o peixe utilizado é o surubim, de carne saborosa, encontrado nos rios da região. A base do prato, ornamentado com o surubim, é molho de gengibre, purê de mandioca e arroz com espinafre.

Ingredientes e preparo

2 filés de peixe de 200 gramas cada
1/2 litro de água
1/2 ramo de salsa
1/2 cebola pequena
Cozinhe o peixe com os ingredientes e reserve.

Primeira guarnição

300 gramas de mandioca
2 colheres (sopa) margarina
1/2 copo de leite
Sal a gosto
Cozinhe e moa a mandioca. Faça um purê com leite e sal a gosto. Reserve.

Segunda guarnição

100 gramas de arroz
1 colher (sopa) de óleo
1 maço de espinafre
Cozinhe o arroz; depois de refogar, cozinhe o espinafre na água e sal, escorra e pique bem fino. Ponha na frigideira com margarina e misture com o arroz cozido. Reserve.

Molho

20 gramas de cebola média cortada em fatias finas
1 cenoura média em fatias finas
1 pimentão vermelho sem pele e sem sementes cortado em tiras finas
20 gramas de gengibre picado
1 ramo de salsa
1/2 taça de vinho branco
1 colher (chá) rasa de orégano
1 pitada de pimenta branca moída
1 colher (sopa) de óleo de soja
1 colher (sobremesa) de maisena
200 ml de caldo de peixe
Sal a gosto
Frite o alho no óleo. Junte a cebola, a cenoura e o gengibre e deixe refogar por três minutos. Coloque o caldo de peixe cozido, o orégano, o pimentão, a pimenta e sal a gosto. Deixe ferver por cinco minutos, dissolva a maisena no vinho e coloque no molho até dar consistência.

Montagem do prato

Coloque o molho no prato e acrescente o peixe. Coloque arroz, o purê de mandioca e decore com uma flor de cenoura. Sirva quente e bom apetite!

Templo Budista Chen Tien em Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu abriga muitos cenários deslumbrantes e que atendem a todo tipo de público e se apresenta como uma excelente opção especialmente para quem não dispensa o contato com a natureza. Além disso, há um lugar especial e que vale a sua visita: o Templo Budista Chen Tien.

A história da imigração Paranaense foi formada por diversas etnias, e o legado de muitas delas encontram-se espalhadas por Foz.

A história do Templo

Localizado em uma região privilegiada, às margens do Rio Paraná, foi construído em um parque de 50 hectares (em 1996) pela comunidade chinesa de Foz do Iguaçu, que era guiada pelo mestre Tong Zhong. Por ser em um local alto, é possível ter uma visão de parte do centro da cidade e também da Ciudad Del Este, no Paraguai.

O Templo é o segundo maior da América Latina e abriga um importante centro de estudos e meditação budistas. Eles seguem a linhagem da Terra Pura (que seria o paraíso) e são devotos ao Buda Amithaba, o Buda da Luz Infinita.

Um fato que chama a atenção é a sua arquitetura, uma vez que foi construído com elementos bastante simples. A maioria dos templos budistas são construídos com o estilo arquitetônico Dzong, com estupas, pagodes e detalhes muito ricos, de diversas cores.

As principais atrações

Os jardins bem cuidados são grande destaque, assim como a coleção de mais de 120 estátuas coloridas espalhadas por eles. Assim que você chega ao Templo, é recebido pelo Buda Sorridente (Buda MilaPusa) e seus 7 metros de altura.

Foto Noemi Cardoso

No centro da praça principal fica o Buda Amithaba, com 10 metros de altura — como já mencionamos, o Templo é dedicado à sua figura. O acesso à estátua não é permitido, porém, recomenda-se que se recite o seguinte mantra frente a ela: NAMO AMITUOFO. A tradição diz que, assim, é possível eliminar seus sofrimentos, aflições e atrair riqueza, longevidade, saúde e harmonia.

Nessa mesma praça, encontra-se a entrada para o Santuário Ksitigarbha, um edifício de dois andares que é um espaço consagrado aos Budas e serve como residência para o mestre budista.

No interior do Santuário, há 18 estátuas de Arahants: termo designado para aqueles que atingiram um estado de iluminação. Por afastarem o mal, essas figuras são consideradas as guardiãs do templo budista e estão espalhadas pelo salão principal.

Ao lado do edifício, está o Buda Shakyamuni — Sidarta Gautama, o jovem príncipe indiano que abandonou tudo o que tinha em busca da felicidade eterna e é considerado o grande mestre do budismo. Ele é representado em sua forma deitada, uma posição que indica o Nirvana.

No jardim, há ainda os quatro principais seres iluminados (boddhisatvas), apresentando as principais qualidades de um Buda:

  • Samantabhadra: representa a grande virtude (amor) e está sentado sobre um elefante;
  • Manjushri: sentado sobre um leão, representa a grande sabedoria;
  • Ksitigarbha: do grande voto para salvar todos os seres;
  • Avalokiteshvara: mais conhecida por seu nome chinês Kwan Yin, representa a grande compaixão.

Simbolizando proteção, encontra-se também os Leões Fo (Foo) ou Leões de Buda (Rui Shi, em chinês). Esses dois guardiões estão sempre com os olhos bem abertos e ficam apoiados em uma esfera — são posicionados na entrada de tumbas e templos, pois espantam os maus espíritos.

Além de toda a beleza das grandes estátuas, há 108 delas que chamam bastante atenção com seus 2,5 de altura: são os Amitabha, alinhados em direção ao pôr do sol, cada um representando uma reencarnação de Buda na Terra. Suas mãos estão postas em gestos que simbolizam a meditação e as boas vindas.

As regras de visitação

Por ser um local religioso e dedicado à contemplação e à oração, independentemente de sua crença, respeite esse território sagrado para os budistas. Recomenda-se que o passeio, que dura cerca de uma hora, seja feito em silêncio.

Confira, a seguir, algumas exigências do Templo para curtir sua visita sem estresse:

  • não subir nas plataformas;
  • não tocar nas estátuas;
  • não entrar com bicicletas, motos, patins e animais;
  • não consumir bebidas alcoólicas;
  • não fazer piqueniques pelos jardins;
  • não fotografar o interior do Templo.

Se quiser levar lembrancinhas para casa, há uma loja — com mensagens budistas pintadas em suas paredes — de souvenires e artesanatos de todos os preços. Há também velas e papéis para colocar seus pedidos e material sobre budismo à venda.

A visitação no Santuário é permitida de terça a domingo, das 9:30 h às 16:30 h. A entrada é gratuita.

Como chegar ao Templo Budista Chen Tien

Por estar localizado longe do centro de Foz do Iguaçu, no bairro de Porto Belo, é preciso ficar atento às opções de transporte. Se for por conta própria, você pode ir de táxi ou de ônibus: é só pegar a linha 103 (Jardim das Flores – Porto Belo) no Terminal de Transporte Urbano e descer em um ponto que fica a poucos metros da entrada.

Agências de turismo oferecem pacotes (tanto para grupos quanto privativos) com city tour que incluem a visita ao Templo. São uma ótima opção para quem não é budista ou conhecedor da tradição.

Por ser um ponto turístico bastante conhecido, os cobradores e motoristas podem avisá-lo quando chegar lá. Para voltar do Templo, espere pelo ônibus no mesmo local em que desceu. Caso esteja com um carro particular, vá pela Avenida Tancredo Neves no sentido Itaipu e siga a sinalização.

O endereço do Templo é: Rua Josivalter Vila Nova, 99; telefone para contato: (45) 3524-5566.

Uma boa pedida é contratar os serviços do hotel em que está hospedado, já que é possível encontrar pacotes que têm boas tarifas, além de funcionários que estarão preparados para lhe passar todas as informações necessárias sobre os passeios.

Nós como sempre estamos com a Terra Bruta, então se você estiver de carro é só colocar o endereço no GPS e seguir.

Como se pode perceber, o Templo Budista Chen Tien é uma excelente alternativa para conhecer um pouco mais sobre a influência asiática em nosso país. Além disso, é um ótimo local para relaxar e explorar as vistas espetaculares de Foz do Iguaçu em seus jardins após se aventurar pelas Cataratas do Iguaçu.

Agora que você já sabe mais sobre os encantos desse local especial, aproveite para conhecer os pontos turísticos da cidade e se programar melhor!

Veja o vídeo no nosso canal no Youtube, aproveite para inscrever-se, deixe seu like faça um comentário e compartilhe com seus amigos.

5 LIÇÕES que aprendi viajando e vivendo em um trailer

1. Não planeje muito

As pessoas lhe dirão que a preparação é fundamental quando você faz uma viagem como essa. Isto é. 

Mas, eis a coisa mais importante que eles não dizem: esteja preparado, mas não planeje tudo. 

Parecia que tudo estava certo, tudo revisado, excesso de peso liberado, cada coisa em seu devido lugar. Só que não.

Ainda que você planeje tudo, algum imprevisto sempre pode surgir e você terá que aprender a resolvê-lo ou a conviver com ele.

No entanto, viajar é descobrir o desconhecido . 

Mais cedo ou mais tarde, você percebe que organizar tudo não é uma opção. Você só precisa sair da sua zona de conforto e conhecer o mundo.

“Quando nada é certo, tudo é possível” – A. de Maximy

2. As pessoas são amigáveis

Quando as pessoas começaram a ter medo uma da outra? 

Se você quer viajar, é melhor esquecer aqueles medos infundados sobre outras pessoas ou culturas. Lembre-se de que você é o estranho, é quem precisa se adaptar aos outros. 

De um modo geral, as pessoas são legais. Claro, de vez em quando você pode ter um encontro ruim. Lide com isso, é bastante raro. Concentre-se nas pessoas legais que você conhece enquanto está na estrada. Do estranho que ajuda você a encontrar o caminho no mapa até o velho fazendeiro que oferece uma refeição em sua casa, as pessoas geralmente têm a mente aberta e prestativa. 

No que me diz respeito, tento sempre encontrar a beleza em cada uma delas, mesmo que por vezes o julgamento precitado e injusto insista em imperar, me policio e busco condenar a mim mesma por apontar o dedo para as imperfeiçoes dos outros quando sou um ser tão imperfeita e incompleta.

“Todo encontro acarreta uma possível mudança.” – J. Salomé

3. Você nunca estará sozinho

As pessoas costumavam nos chamar de loucos por fazermos essa jornada sozinhos, por termos um trailer como casa “fixa”, por não querermos mais criar raízes onde não faz sentido estarmos.

A maioria deles pensou que voltaríamos dentro de um mês ou dias talvez, eles não compreenderam que o trailer é a nossa casa e onde estivermos, mesmo que a milhares de quilômetros da nossa cidade natal, ainda assim estaremos em casa, a diferença é que cada amanhecer nos remete a um novo aprendizado, a mais uma possibilidade de nos tornarmos pessoas melhores do que éramos até o dia de “ontem”.

“ Além disso, é muito perigoso! ” Você sabe quantas vezes ouvimos essa frase? 

Eu nunca entendi muito bem esse medo de viver em um trailer, pois ser um viajante é a melhor maneira de conhecer a si mesmo e aos outros. É mais provável que você discuta as coisas com seus vizinhos e faça perguntas quando estiver sozinho. É uma ótima maneira de conhecer pessoas e trocar mais, de aprender mais.

Pelo menos foi o que pensamos mas o fato é que nunca estamos sozinhos. Sempre fomos cercado por dezenas de pessoas todos os dias e muitas vezes mesmo quando nos queremos só, não estamos sós.

É disso que se trata a viagem: você conhece pessoas e de repente se torna muito próximo porque vive experiências extraordinárias com elas. 

Alguns permanecem seus amigos, outros continuam pegando a estrada sozinhos. E tudo bem!

“A felicidade só é real quando compartilhada.” – C. McCandless

4. Fique ansioso e mantenha os olhos abertos

Adoro procurar paisagens para fotografar, sempre procuro ótimas paisagens, luzes desconhecidas, paisagens estranhas e rostos sorridentes. 

Isso me deixa ansiosa, em movimento. Eu vi muitas pessoas  viajando de trailer e/ou motorhome e ficarem o dia todo trancados assistindo programas na tv

Como eu disse anteriormente, saia da sua zona de conforto. 

É por isso que você viajou em primeiro lugar, não foi? Assim como na fotografia, em que é preciso coragem para captar as primeiras luzes da manhã, é melhor procurar aquelas excelentes paisagens e pessoas incríveis pelo caminho. 

Fique ansioso, abra seus olhos e o mundo e seu povo revelarão seus mistérios.

“ Quanto mais você se afasta, mais desafiador é. Não estar na sua zona de conforto é muito divertido. “- B. Cumberbatch

5. Não viaje para escapar dos seus problemas, eles vão alcançá-lo

Viajar tornou-se cada vez mais popular entre os jovens e pessoas já aposentadas, cada qual com seu estilo e modalidade de viagem diferentes.

Os mais jovens “Fogem” especialmente para a Europa, onde muitos problemas, como o desemprego, podem levar a uma vontade crescente de escapar daqui. No entanto, lembre-se de que qualquer problema que você tenha aqui o seguirá até lá. 

Para os mais velhos, nem sempre é uma fuga mas a realização de um sonho, poder parar de trabalhar e conhecer o mundo, viver intensamente o que ainda resta da vida.

Antes de pegar a estrada, certifique-se de não deixar nada inacabado em casa. Escapar de seus deveres ou engajamento não é a resposta. Os problemas alcançaram você mais cedo ou mais tarde: talvez na estrada, talvez quando você voltar, mas você irá se deparar com eles com toda certeza.

E sim, eventualmente você terá que voltar para ‘casa’, então é melhor estar preparado para isso. Visitar a família para quem vive em um trailer ou em um motorhome pode significar ouvir muitas vezes as indagações sobre quando você irá retornar, porque viver como cigano, como vocês não cansam e tantas outras conforme as inspirações do dia, e aí caberá a você a paciência para responder com delicadeza e para se manter firme em seu propósito.

“ A melhor maneira de escapar do seu problema é resolvê-lo.” – R. Anthony

E para os mais jovens, mas não tão jovens, para aqueles que já possuem um parceiro ou até mesmo filhos, para aqueles cujo sonho de largar tudo e viver viajando, conhecendo o mundo e pessoas diferentes, enriquecendo-se de cultura e sabedoria, fica uma dica “Nada é impossível”, hoje já é possível trabalhar on line em centenas, talvez milhares de segmentos, busque entender como empreender on line utilizando os conhecimentos e formação que você já tem, fácil? Não, não é fácil, mas é possível.

YOUTUBE

Nos acompanhe no Youtube e saiba mais como tem sido essa nossa experiência.

Por que você gosta de viajar?

É incrível as razões pelas quais a pessoas gostam de viajar e como eu me identifico com as razões daqueles que querem descobrir mais do que um ponto turístico ou cidades badaladas. Identifico-me especialmente com aqueles que querem descobrir os costumes, as tradições, a comida típica, a arte, as diferenças sociais… que querem, em resumo, descobrir cada cidade e os cidadãos que vivem nela na sua mais profunda essência e levar consigo na bagagem não apenas suvenirs adquirido aqui e ali mas sim levar experiências, cultura e aprendizado.

Pesquisei por um tempo em entrevistas, rodas de bate papo, blogs, redes sociais e outros meios para entender o que faz com que as pessoas queiram viajar e resolvi deixar um aparato de frazes, ideias e pensamentos de viajantes convictos e apaixonados

“Acho que a exposição a novos lugares e novas pessoas pode realmente reviver pessoalmente e também abrir os olhos para ver como as outras pessoas vivem. Para ver como a vida funciona, seja humana ou natural, em outros lugares é realmente humilhante. É fácil ter seu status quo em casa, mas assim que você estiver em um novo local – todas as apostas serão encerradas.Você pode fazer qualquer coisa e está disposto a experimentar coisas novas para forçar seus próprios limites apenas porque está em um novo local . ”

-Pérola

“Adoro viajar porque não é apenas a aventura definitiva, mas também a exposição a novos tipos de pessoas, diferentes formas de vida e isso nos abre a mente. Só gosto de passear em lugares bonitos ao estilo mágico e acolhedor do condado de Lord dos Anéis, e explorar novos terrenos culinários”.

-Matty G

“Viajar me faz lembrar que minha vida não é a única que eu poderia viver e que, no grande esquema das coisas, não tenho importância para este mundo em que vivemos. As pessoas ficam tão envolvidas em suas vidas diárias e esquecem que pode estar em algum outro lugar ou com outras pessoas amanhã, se eles quiserem. Não há limites no grande esquema das coisas, exceto as que criamos para nós mesmos. Viajar ajuda a garantir que eu não esqueça disso . ”

-João Victor

“Viajar me coloca fora da minha zona de conforto e gera desafios inerentes. Acredito firmemente que esse desafio leva à curiosidade, maturidade e crescimento”.

-Davi

“Uso as viagens como uma fuga da vida cotidiana. Ter viagens futuras já planejadas me traz alegria e me dá algo pelo que esperar. Nunca me arrependi de uma única viagem que fiz .”

-Dário

“Adoro viajar por algumas razões. Primeiro, você automaticamente se torna um ser naturalmente curioso . Você é um viajante, turista, mochileiro etc. e até a coisa mais básica em uma viagem se torna uma aventura – como pegar um ônibus entre as cidades. Segundo, você está hiper consciente do seu entorno e aprecia a beleza ou a intriga de uma nova terra e cultura! Terceiro, quando viajo e depois volto para casa, vejo o lar sob uma nova luz.Por exemplo, quando estudei no exterior em Buenos Aires e voltei para casa, percebi que havia muito mais a explorar na minha cidade e que eu precisava fazer, então fiquei empolgada e motivada para fazer isso, enquanto antes eu estava presa na minha rotina diária “.

-Jane

“Eu viajo para comer todos os alimentos .”

Hélio Rachel

” Adoro descobrir as coisas . Adoro ver novas pessoas.”

-Abigail

“Quando penso em viajar, penso principalmente em viajar sozinho. Adoro porque isso o desloca. Em um estado de deslocamento, você experimenta admiração, descoberta, admiração, desconforto. Se você fica com a mente aberta, descobre coisas a seu respeito, sobre os outros e sobre o mundo que você não teria aprendido de outra forma, ele abre, acende novas luzes para que você possa ver e experimentar o mundo de uma nova maneira – mesmo quando você vai para casa. ambientes e vidas – a chance de sair e explorar e experimentar em outros lugares nos dá uma perspectiva e muitas vezes fornece novas lentes com as quais podemos ver e pensar sobre quem somos , o que estamos fazendo com nossas vidas e com o que nos preocupamos. preenchido com todas essas cores e sentimentos bonitos e loucos “.

-Geovani

“Gosto da parte da descoberta … gosto de explorar coisas novas, novos lugares, novas visões, novas pessoas, tudo novo … Existem muitas maneiras de explorar coisas novas, mas viajar é o mais satisfatório, pois é a maneira mais abrangente , pois engloba muitos elementos, de visões a pessoas e alimentos, etc. Também gosto de me afastar da rotina, das tarefas diárias, do trabalho diário e da vida cotidiana, e ter uma espécie de folga da realidade, se você quiser. .. Por outro lado, com todos os novos problemas de segurança malucos, viajar não é mais tão “livre”, pois agora é preciso ter em mente e estar ciente e até se preocupar um pouco ao viajar, quando no passado a idéia das viagens era fugir das preocupações “.

-Nicolai

“Gosto de viajar para não precisar mandar mensagens para ninguém por uma semana.”

-Sara

” É divertido .”

-Eric

“Gente. Seja caminhando em um mirante panorâmico com velhos amigos ou comendo pão na beira da estrada com novos amigos, você cria um vínculo especial quando ambos estão fora de seus elementos. Cada momento é uma aventura.”

-Joelma

“Adoro viajar para conhecer coisas e lugares completamente desconhecidos ou diferentes para mim.”

-Marcelo

“Viajar para algum lugar novo é uma oportunidade de realmente se perder. Você precisa prestar muita atenção para descobrir qual é o seu lugar, como agir e como ser respeitoso. Você começa a questionar e refletir sobre suas próprias suposições e comportamento. . você tem a chance de representar sua casa , que tanto faz você considerar outras perspectivas das pessoas e melhor articulada que é que você quer estar colocando para fora, para o mundo.”
-Eliane

“Adoro viajar por muitas razões. Não há nada como descer de um avião / trem / ônibus e ver a beleza de um novo lugar pela primeira vez . Às vezes, a beleza exterior é avassaladora e tenho que ficar parado e deixar pare o tempo para tentar entender tudo de uma vez.Às vezes, a beleza é menos estética e mais sobre a primeira conversa com um local, quando estou agradavelmente impressionado com sua abertura e rica cultura.Eu amo caminhar várias milhas por dia lugar novo e pensando em quem já andou lá antes de mim.Pode ser surpreendente perceber que eu não conheço uma única pessoa por quilômetros e quilômetros, mas acho que isso faz parte do que a mantém emocionante.Eu me sinto mais “vivo” quando Eu estou explorando . ”

-Luciano

“Adoro viajar para me afastar do caos da vida. Quando chego em casa , ganho mais perspectiva .”

-Lemes

“O mundo está cheio de pessoas interessantes, belas paisagens, comida incrível, música incrível e diferentes culturas, e a vida é mais interessante quando você aproveita o máximo que pode! Temos a sorte de ter a capacidade de acessar tudo isso com relativa facilidade, é nossa responsabilidade viajar o máximo possível e aprender com outras culturas “.

-Daniar

“Eu posso apenas ser. E aprender. E ver. E realmente me perco em todas as coisas novas em um novo lugar diferente. ”

-Julieta

” Gosto de sair da rotina diária das coisas – isso me ajuda a ter uma perspectiva do mercado. E gosto de ver como as outras pessoas vivem e viajam para outros países “.

-Mário

“Adoro viajar porque há muitas coisas que não vi e toda vez que vou a algum lugar novo, aprendo sobre pessoas e lugares em que nunca havia pensado antes, e isso é muito legal. Você pode ver tanto em uma foto que você precisa vivê-la para experimentar . ”

-Sheila

“Eu amo que uma perspectiva totalmente nova me faça reconsiderar minhas prioridades e me permita me tornar um pouco mais recente. Além disso, a comida é deliciosa e sou um otário por tirar fotos de coisas que nunca vi. ”

-Jaime

“Adoro viajar porque isso me leva para fora da minha cultura e privilégio e me lembra as grandes desigualdades em nosso mundo. Viajar me inspira a aprender mais, pensar mais e servir melhor nossa comunidade mundial. ”

-Thiago

“Eu rewatched M idnight Em Paris na noite passada. Então pergunto: ‘é a idade em que estamos vivendo na era de ouro?’ Certamente, se Trump é presidente, então não. Mas como poderíamos saber? O caminho para a resposta é viajar. Viajar permite que você beba com Hemingway, percorra o caminho de Jesus e jorra sobre Joni Mitchell. Viajo para poder debater e discutir esta questão necessária “.

-Jake

Nos acompanhe nas redes sociais:

Instagram: amorsobrerodas.blog.br

Fanpage: Amor Sobre Rodas

Youtube:

Inscreva-se em nosso canal no youtube

10/10 PAÍSES SUPER FÁCIL PARA IMIGRAR – Camboja

Embora mergulhado em uma história sanguinolenta, Camboja é atualmente uma das economias de crescimento mais rápido na Ásia. É uma boa escolha para pessoas que querem uma mudança radical, visto que os costumes são muito diferentes para a maioria.

10 países fáceis para migrar...
10 países para migrar – Camboja

Por exemplo, as pessoas em Camboja não celebram seus aniversários, e muitos dos adultos nem sabem quantos anos tem. Fast food não é muito popular, e o método preferido de viagem é a motocicleta.

Para mora rem Camboja, você pode conseguir um visto de negócios de longo prazo sem a necessidade de patrocínio de uma empresa local. Este visto pode ser renovado indefinitivamente, mas não concede o direito de trabalhar para uma empresa em Camboja. Você vai precisar aplicar para um visto de permissão de trabalho para conseguir um emprego lá, mas vai descobrir que os empregadores não cumprem essa exigência.

9/10 PAÍSES SUPER FÁCIL PARA IMIGRAR – Suécia

Suécia é uma ótima escolha se você busca por uma alta qualidade de vida e cultura política progressista. Tem-se falado que Suécia é um dos melhores países para ser uma mulher, tendo as opiniões mais progressistas com relação à igualdade de gênero.  Também oferece políticas generosas de imigração, com uma população de refugiados e imigrantes de cerca de 15%.

Suécia não é o país mais fácil para permanecer por um longo período em nossa lista, pois você precisará de uma oferta de emprego para conseguir um visto de trabalho.

No entanto, o processo de imigração é bem automatizado online, e a maioria das pessoas pode ficar alguns meses no país sem visto para fazer contatos.

8/10 PAÍSES SUPER FÁCIL PARA IMIGRAR – Nicarágua

Esqueça o que escutou nos noticiários. Nicarágua é um lugar tropical lindo, com pessoas que irão recebe-lo muito bem. Mesmo tendo algumas coisas ruins na história do país. Nicarágua atualmente tem a menor taxa de crime entre os países da América Central. Acrescente a isso um ou dois litorais imaculados, e vai ser difícil ganhar de Nicarágua.

A exigência para se aposentar em Nicarágua é surpreendentemente baixa, necessitando de apenas $600 por mês de renda. Você nem precisa tecnicamente estar aposentado, visto que Nicarágua fornece seus vistos para pessoas de qualquer idade que sejam autônomas ou que possuam um pequeno hotel ou restaurante no país.

7/10 PAÍSES SUPER FÁCIL PARA IMIGRAR – Seicheles

Seicheles é um grupo de 115 ilhas maravilhosas na parte Ocidental do Oceano Índico. Quase metade do território disponível no país é protegido na forma de parques e reservas nacionais, mas isso ainda deixa muito espaço para expatriados desejando uma vida na praia e muita diversidade cultural.

Tudo o que precisará ao chegar em Seicheles é de um passaporte. Não há exigência de visto para mudar para lá. Se após cinco anos de residência, você quiser tornar oficial, será elegível para aplicar para cidadania – desde que não tenha tido nenhum problema legal durante esses cinco anos. Expatriados com grana podem encurtar o tempo de espera para cidadania para um ano se investirem $1 milhão de dólares.

6/10 PAÍSES SUPER FÁCIL PARA IMIGRAR – Svalbard

Se você não está atrás de conforto, mas sim de uma aventura extrema, Svalbard pode ser o lugar certo para você. Um território da Noruega, Svalbard é um arquipélago localizado entre o continente e o Polo Norte. Por isso, é brutalmente frio, e sem-teto é fatal e ilegal.

magine um lugar que é literalmente o mais ao norte do mundo que você pode ir (a menos que você consiga chegar ao Pólo Norte) ….

Um lugar onde…

… há mais ursos polares (e snowmobiles) do que pessoas.

… há bizarras e semi-abandonadas cidades de mineração Russas (com a estátua de Lenin mais ao norte do mundo).

…há geleiras, cavernas de gelo, fiordes e paisagens árticas intocadas.

… há o famoso “Doomsday Seed Vault” (Cofre de Sementes do Fim do Mundo).

Se esta lista ainda não te fez perceber, Svalbard é um lugar incrível (embora estranho) para visitar e mais estranho ainda para se morar.

os 10 melhores países para migrar

Há muitas poucas regras para conseguir morar em Svalbard. Ninguém de nenhum país precisa de um visto, mas o governador reserva o direito de negar a entrada de pessoas que não estejam preparadas para lidar com as condições. Você deve ter um lugar para morar, e geralmente as casas são fornecidas pelos empregadores para os funcionários. Então, se você conseguir descolar um emprego, está dentro.

5/10 PAÍSES SUPER FÁCIL PARA IMIGRAR – Roatán

Roatán – Honduras

Roatán não é um país propriamente dito, mas para aqueles que querem morar em uma ilha remota, pode ser exatamente o que o médico receitou.

Se você deseja apenas ficar por 3-4 meses de cada vez, um visto de turista será suficiente. Para se aposentar em Roatán (ou em qualquer lugar em Honduras), você vai precisar mostrar uma renda mensal de $1,500.

S e você não está na idade de se aposentar, a renda exigida sobe para $2,500/mês, mas você ainda assim pode conseguir um visto de residência permanente que não requer a renúncia de sua cidadania, mesmo que escolha se tornar um cidadão de Honduras.

Nos siga no youtube

4/10 PAÍSES SUPER FÁCIL PARA IMIGRAR – BELIZE

Não há muito com o que se preocupar em Belize, um lugar onde você pode mergulhar em uma barreira de recife e explorar as ruínas maias em um dia. Por outro lado, porque não simplesmente relaxar em uma rede na praia? Com um custo de vida muito baixo, Belize é realmente a sua ostra.

Você precisa morar em Belize por um ano para se tornar elegível para residência permanente. Você só precisa entrar no país com um vista de turista e renová-lo todos os meses até alcançar 50 semanas consecutivas.

Se você tem mais de 45 anos de idade, pode acelerar o processo com um visto de Pessoas habilitadas a se Aposentar, que requer uma renda mensal de $2,000. Você não poderá trabalhar em uma empresa de Belize com este visto, mas poderá fazer trabalhos remotos como freelancer para uma empresa estrangeira.

3/10 PAÍSES SUPER FÁCIL PARA IMIGRAR – Costa Rica

Postarei 10 dicas de países que tem algumas facilidades para quem deseja morar fora do Brasil, mas atenção, não postarei os 10 de uma vez mas sim 1 em cada poster seguindo o Critério de título acima mudando apenas o primeiro número que significa o número da postagem.

3 – Costa Rica

Costa Rica tem sido bem popular com expatriados por mais de 30 anos, devido seu estilo de vida tranquilo e paisagens oceânicas de tirar o fôlego. Na verdade, ao amantes de água de todos os tipos vão se deliciar na Costa Rica, pois ela tem o segundo maior número de rios e lagos do mundo. Como você pode imaginar, uma vasta gama de fauna nativa acompanha tudo isso, incluindo mais de 300 espécies de beija-flor.

Costa Rica é um lugar maravilhoso para aposentados, oferecendo um visto que acolhe idosos com uma renda mensal de pelo menos $1,000. Se você ainda não é aposentado, precisará de um emprego para ficar lá. Felizmente, Costa Rica tem muitas oportunidades de trabalho, especialmente em turismo e aulas de inglês.

Folclore Costa Rica

Siga nosso canal no Youtube

2/10 Países super fácil para Imigrar – Panamá

Postarei 10 dicas de países que tem algumas facilidades para quem deseja morar fora do Brasil, mas atenção, não postarei os 10 de uma vez mas sim 1 em cada poster seguindo o Critério de título acima mudando apenas o primeiro número que significa o número da postagem.

2. Panamá

Panamá é um país hospitaleiro que deseja que seus hóspedes se sintam como parte da família. Panamá tem toda a natureza que você poderia pedir, na forma de praias limpas e mansas, solos ricos, florestas densas e montanhas. Também tem pequenas cidades aconchegantes, além da capital moderna e emocionante Cidade do Panamá. O dólar é a moeda oficial do país.

Existem várias opções flexíveis para pessoas que desejam permanecer no panamá por longos períodos de tempo. Se você é uma das 50 “Nações Amigáveis”, pode vir e trabalhar sem problemas. Se deseja se aposentar no Panamá, precisa simplesmente mostrar uma aposentadoria mensal de pelo menos $1,000 para receber um Visto de Pensionista. Esta rota também oferece muitos descontos para coisas tipo convênio médico e refeições em restaurantes.

1/10 países super fácil para imigrar -México

Postarei 10 dicas de países que tem algumas facilidades para quem deseja morar fora do Brasil, mas atenção, não postarei os 10 de uma vez mas sim 1 em cada poster seguindo o Critério de título acima mudando apenas o primeiro número que significa o número da postagem.

Você tem a fantasia de sair do seu país e morar na praia em algum lugar do planeta? Talvez você deseja aventuras na montanha, ou simplesmente uma comunidade mais amigável.

Mas quando você acorda desses devaneios, vai provavelmente lembrar do quão caro e difícil é imigrar, isso sem falar que desistir de sua cidadania não é algo tão trivial.

Tudo isso é verdade, mas existem vários países que são totalmente abertos a pessoas que querem ir, morar e trabalhar lá por um longo período de tempo, sem necessariamente se tornar um cidadão.

É possível viver a vida dos seus sonhos agora, e decida sobre torná-la ou não permanente mais tarde.

1 – México

O estilo de vida no México é mais relaxado do que nos países de primeiro mundo, mas o México tem todas as amenidades que você está acostumado, incluindo internet de alta velocidade, filmes e séries de Tv atuais, e lojas para alimentos e outras necessidades. Não esqueça da praia e da gastronomia local deliciosa.

No México, você pode imediatamente aplicar para um visto de residente permanente, o qual não tem data de vencimento e te fornece a capacidade de trabalhar. Para se qualificar, você precisa mostrar uma renda líquida mensal de cerca de $1,826 como indivíduo – é compreensivelmente mais para a família inteira. Também existem vários vistos de residente temporário disponíveis, que são válidos por quatro anos e requerem uma renda mensal de $1,096.

Trabalhando, morando e viajando pelo Brasil a bordo de um Trailer

%d blogueiros gostam disto: