O Guia Completo Das Milhas e Pontos

O bom aproveitamento de suas milhas pode oferecer, além de recompensas e viagens, grandes vantagens em termos financeiros. A transferência de milhas é um recurso que pode ser utilizado para ampliar as oportunidades dos programas de fidelidade, trazendo benefícios para os associados.

Para tirar proveito nas transferências de milhagens, deve se aliar o conhecimento das viabilidades oferecidas pelos programas com os hábitos pessoais. Se antes muitas milhas ficavam desperdiçadas por passarem do prazo de validade, a transferência de pontos praticamente renovam as milhas, estabelecendo mais tempo e tranquilidade para organizar aquela viagem tão sonhada.

E os ganhos não param por aí: quem possui milhas excedentes pode dar um up no orçamento do mês conseguindo dinheiro extra por meio de vendas em sites especializados. Embora pouco conhecida, a venda de milhas está sendo cada vez mais explorada por quem não perde a chance de aderir às boas novidades.

E para quem pensa que o processo de transferência de milhas é trabalhoso e burocrA?tico, não perde por esperar. Os programas de fidelidade apresentam soluções a um clique para transformar os seus pontos em benefícios excelentes para os seus clientes. Confira neste guia tudo o que você precisa saber sobre a movimentação das suas milhas e aproveite as vantagens!

O que é a transferência de milhas?

Após acumular certa quantia de pontuação nos programas de fidelidade, o cliente pode usar o recurso de transferência para efetuar outras operações, além das convencionais compras de passagens aéreas e resgate de produtos.

Permitindo um período maior de atividade da pontuação, a movimentação proporciona um melhor emprego das milhas acumuladas. Elas podem ser usadas em benefício próprio ou para terceiros, ampliando as possibilidades que voo desde vendas de milhas até complemento de milhas para viagem de conhecidos.

Em que casos a transferência de milhas é utilizada?

Em grande parte dos casos, a transferência de milhas é efetuada para “salvar” aqueles pontos prestes a expirar. Seja por falta de disponibilidade para realizar uma viagem ou por excesso de pontuação que está sendo acumulada nos programas, é recorrente a opção da transferência para fazer com que os pontos durem mais.

A segunda utilização desse recurso se dá em favor de um parente ou amigo, em geral, para agraciá-lo com uma viagem. Nesse caso, o cliente transfere os seus próprios pontos para a conta de quem deseja beneficiar, de modo que a pessoa receptora poderá emitir a passagem em seu próprio nome.

Por este modo, várias pessoas podem, conjuntamente, fazer uma “vaquinha” de milhas para presentear um amigo ou parente, na ocasião de eventos especiais como lua de mel ou formatura. Também pode auxiliar pessoas a alcançar um determinado saldo de pontos para realizar uma viagem de trabalho ou estudos, por exemplo.

Para gerenciar melhor as viagens em família, a transferência de pontos permite que todas as passagens sejam emitidas de uma só conta, gerando bons descontos e melhor controle de destinos e datas. Os bilhetes saem com custo menor do que se fossem emitidas cada uma pela conta do titular original das milhas, ou caso fosse utilizada a opção de compra por agência de viagens.

Para quem não pretende viajar ou simplesmente quer ter uma renda extra com as milhas, é vantajoso procurar as alternativas de venda, disponíveis por meio de empresas especializadas nessa finalidade. Sendo uma ótima opção para quem está juntando dinheiro e aplicando em fundos de investimento, esse modo possibilita a conversão de milhas em dinheiro, sendo uma forma fácil de engordar o orçamento.

Quais os principais programas de vantagens que permitem a troca de milhas?

A maioria dos programas permite a movimentação de pontos, mas as regras e as condições mudam de acordo com as companhias. Esse é um ponto que deve ser avaliado cuidadosamente ao se cadastrar ou eleger um programa de fidelidade como principal receptor dos pontos acumulados.

Nem todas as companhias permitem trocas de um programa pra outro. Quem viaja muito pela Latam, por exemplo, não pode aproveitar os benefícios por meio da Smiles ou de viações associadas. Mesmo companhias que pertencem a mesma alianças nem sempre podem ter as milhas compartilhadas.

Os principais programas que permitem trocas vantajosas para os clientes sãoa TudoAzul, da viação Azul, a Fidelidade Multiplus, da Latam Airlines e a Smiles, da Gol Linhas Aéreas. Por serem os principais programas de fidelidade, estar cadastrado nessas plataformas é essencial para poder usufruir dos prêmios, vantagens e recompensas.

No entanto, para não dispersar as oportunidades, o ideal é eleger um deles como o principal, aumentando as chances de obter uma boa pontuação. Para ter um bom proveito, analise os trechos oferecidos, principais destinos requeridos e se os valores oferecidos estão de acordo com o orçamento familiar.

A transferência é uma operação legal?

A transferência de milhas não só é legal como utilizada por um grande número de pessoas para obter vantagens. Os próprios programas de fidelidade oferecem esse mecanismo para potencializar as formas de aproveitamento dos pontos pelos usuários.

No entanto, é preciso saber os detalhes do procedimento de acordo com as condições de cada programa. além da taxa cobrada pela movimentação, também variam os prazos de validade e quantidade limite de pontos que podem ser usados para a transferência.

E a venda de milhas, é uma operação legal?

Após a abertura dos programas permitindo a transferência de milhagens, suas vendas se tornaram procedimentos lícitos e vantajosos para o usuário. Para obter sucesso na operação, esteja conectado com empresas de confiança e que possuam know-how no mercado de compra e venda de milhas.

além de beneficiar o usuário que acumulou pontos em viagens e compras em cartão de crédito, a venda de milhas permite que bilhetes sejam oferecidos a preços inferiores se comparados as tarifas oferecidas pelas companhias aéreas.

A transferência de milhas acarreta custos para o usuário?

Como a movimentação de pontos envolve o câmbio entre diferentes contas, acaba gerando um custo para quem faz a solicitação. Mesmo que ambos usuários sejam do mesmo programa, para que as milhas sejam validadas é preciso efetuar a taxa de transferência, referente ao direito de realizar esse recurso.

A taxa cobrada, contudo, não é fixa. Ela varia de programa para programa, de acordo com a porcentagem estipulada para cada centena de milha transferida a um novo cliente. Esta taxa é informada no momento de efetivar a solicitação: ela é calculada pela definição da quantidade de milhas acionadas.

O pagamento, em geral, é feito via cartão de crédito, podendo, em algumas vezes, aparecer a opção por boleto bancário. Na opção do cartão de crédito, a taxa pode ser parcelada ou paga integralmente é vista. Alguns programas, como o TudoAzul, permite algumas transferências por ano sem custo nenhum para o cliente.

Em quanto tempo as milhas ficam disponíveis para o usuário beneficiado?

Assim como as taxas, não há um tempo padrão para que as milhas transferidas estejam disponíveis na nova conta. Em algumas situações elas caem instantaneamente na conta de destino, no momento imediato após o pagamento da taxa de transferência. Em outros casos, podem levar até 02 horas para cair.

Em qualquer condição, as milhas não demoram mais do que algumas horas para estarem disponíveis na conta do beneficiado. De modo A?gil e facilitado, é possível usar a pontuação no mesmo dia em que a operação de transferência é realizada.

Qual o máximo de milhas é permitido transferir?

A quantidade máxima de milhas disponíveis para movimentação é contabilizada em um ciclos anuais, sendo o início da contagem o dia da primeira transferência efetuada. O teto é estipulado de acordo com a plataforma, que oferece um limite diferente por programa de fidelidade.

No caso do Multiplus, da Latam Airlines e da TudoAzul, programa de vantagens da Azul, é autorizado transferir até 50.000 milhas por cliente dentro do período de 365 dias. Já na Smiles, programa da Gol, o máximo permitido é de 40.000 milhas. Em ambos os programas, as categorias Premiumo direito de transferir mais milhas do que as categorias normais ou iniciantes.

O que é preciso para realizar a transferência de milhas?

Em primeiro lugar, para fazer a transferência é preciso resgatar os seus pontos, caso ainda não tenha feito. No caso de milhas acumuladas por trechos de viagens, este é feito automaticamente no momento do check-in. Já as milhas computadas por compra via cartão de crédito, é preciso resgatar as milhas em um programa de vantagens associado.

Verifique as condições do programa de acordo com a sua categoria, assegurando que a transferência de pontos servirá para a finalidade desejada. O acesso ao programa pode ser feito por meio de aplicativos instalados em dispositivos eletrônicos (smartphones ou tablets) ou por meio dos web sites.

Para efetuar a transferência, é preciso ter em mãos os seus dados de cadastro para fazer o login na plataforma, o CPF da pessoa para a qual pretende transferir as milhas e os dados de cartão de crédito para efetuar o pagamento da taxa de transferência.

Aprenda como você pode viajar muito mais, gerar pontos do absoluto zero, alavancar o acúmulo de milhas e maximizar seus ganhos com os principais programas de fidelidade para brasileiros.

https://go.hotmart.com/T22283407X

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s